Retorno às aulas

Hun…finalmente chegou o dia de voltar às aulas, ou mesmo de começar à ir para a escolinha!

Para muitas crianças esse dia é esperado com muita alegria e ansiedade.

A vontade de rever os amigos, contar o que fez nas férias, de poder jogar futebol na hora do recreio, aprender coisas novas e tantas outras atividades e prazeres que muitas crianças encontram na escola.

Porém para algumas crianças esse dia não é nem um pouco esperado. Elas passam a não dormir de noite com medo de voltar para escola, no primeiro dia de aula ficam gripadas, tem dor de barriga ou mesmo fazem birra quando estão a caminho.

É muito importante que os pais fiquem atentos para essas reações, nem sempre o fato da criança não querer voltar à escola é por estar com preguiça de acordar cedo, porque perdeu a rotina com os horários fixos ou por querer continuar sem responsabilidades. Em alguns casos pode ser que tenha ocorrido alguma situação desconfortável para a criança, como uma briga com um coleguinha, uma bronca da professora, pode ter sofrido com o processo de aprendizagem por apresentar alguma dificuldade, como dislexia.

Por isso é fundamental que os pais tenham um bom vínculo com a escola e estejam sempre participando das festas, reuniões e, sempre que tiverem alguma dúvida, perguntem aos filhos. Além disso, é muito importante que tenham sempre um “tempo disponível” para conversar com as crianças, perguntar sobre a escola, e acompanhar essa fase de desenvolvimento tão importante para elas.

Agora quando as crianças estão com uma preguiçinha para voltar, após um bom tempo sem responsabilidades, uma boa conversa com os filhos pode ter ótimos resultados. Por exemplo, os pais podem de maneira clara, falar aos filhos que assim como eles precisam voltar ao trabalho após as férias também é preciso voltar à rotina da vida, a escola, pois essa é a responsabilidade que eles têm.

Para quem tem filhos que vão começar agora na escolinha é interessante sempre falar com a criança o porquê de precisarmos ir à escola, o que fazemos durante o período que ficamos lá, quem mais vai para escola, o que tem de coisas boas. Além disso, é importante que os pais estejam ao lado da criança nesse primeiro dia, que o levem para a escola e, se for necessário, fiquem com elas, pelo menos um tempo, na sala de aula, junto à professora, para apresentar todas essas novidades.

Afinal é um mundo novo e para a criança o apoio do papai ou da mamãe é fundamental para que ela, nesse primeiro momento, comece a conhecer o novo lugar onde irá ficar durante uma boa etapa da sua vida, dessa maneira sente-se mais segura e menos ansiosa.

Esta entrada foi publicada em Psicologia Infantil. Adicione o link permanente aos seus favoritos.